Um grande momento que resume a especial importância de Carlos Ruesga na equipa de andebol do Sporting 16\17


 

carlos ruesga

https://streamable.com/s/630dk/fyzbbc

clique neste link para abrir o vídeo. 

Ao longo da fase final do Campeonato Nacional de Andebol, nas análises que fui escrevendo sobre a equipa de andebol do Sporting fiz sempre questão de referir a importância do central espanhol nesta estrutura. Carlos Ruesga Pasarin foi um jogador que veio dar toneladas de experiência, liderança coerência, critério e cérebro às acções ofensivas. O espanhol, atleta que é naturalmente um consagrado do Balonmano de nuestros hermanos em virtude das 70 internacionalizações que lhe valeram 2 grandes conquistas internacionais com a camisola da Roja, e dos variadíssimos títulos (nacionais; no Sporting pode conquistar o seu único título europeu) conquistados ao serviço de clubes como o Portland San Antonio (histórico clube de Pamplona que entretanto faliu, tendo sido uma equipa que conquistou 4 títulos europeus entre 1999 e 2002) Barcelona e os húngaros do Vezsprém, foi o verdadeiro líder desta equipa nos momentos menos positivos. Posso até mesmo afirmar que a equipa suplicou em vários momentos pela sua liderança. Nos momentos em que a equipa tinha muitas dificuldades para concretizar, passando largos minutos sem marcar, Ruesga foi o jogador mais procurado pelos companheiros porque sabiam que o central tinha sempre um coelho pronto a saltar da cartola. Até quando era obrigado a ser mais dinâmico do que o normal para poder superar as impiedosas marcações individuais que eram constantemente realizadas pelos adversários. O seu explosivo e imprevisível remate de anca, as suas fantásticas incursões aos 6, aquele drible sobre o adversário que permite captar o pivot ou aquele passe tenso a sobrevoar todo o campo que coloca os pontas na cara do guardião adversário foram verdadeiros momentos de liderança, de uma liderança que já não víamos provavelmente desde os tempos de Paulo Faria e Viktor Tchikoulaev. O espanhol carregou a equipa ao colo (não quero com isto dizer que não tenham existido jogadores tão ou mais importantes, porque efectivamente existiram) com carinho graças a momentos como este, um momento em que tudo parecia prestes a desabar no Pavilhão de Odivelas.

O Sporting precisa de mais Ruesgas. São este tipo de jogadores que dão títulos. São este tipo de jogadores que nos permitem um certo equilíbrio quando as nossas equipas são chamadas a disputar uma Champions League contra as melhores equipas do cenário europeu. Espero que o central espanhol possa ficar mais tempo em Alvalade para poder ajudar o clube a conquistar mais títulos e a solidificar uma posição de destaque no cenário europeu.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s