O medo do video árbitro segundo Rui Vitória


“Creo que puede haber una tendencia para que el juego cambie. Los jugadores van a tener de ser más fuertes psicológicamente, van a tener que pasar muchas veces de la frustración al éxito y al revés. Va a ser muy natural ver a un jugador celebrar un gol que podría decidir un partido y que luego, pasados 15 ó 20 segundos, se dé marcha atrás y se anule la jugada. Por ello va a haber que trabajar la mentalidad de los futbolistas. Se van a tener que acostumbrar a que las decisiones cambien. A nivel defensivo también deberá haber cambios. Será normal que un árbitro asistente deje seguir jugadas que, después, puedan ser analizadas a través del vídeo. De ahí que una defensa acostumbrada a jugar adelantada para intentar dejar en fuera de juego a los contrarios vaya a tener que acostumbrarse a seguir la jugada hasta el final.”Rui Vitória, Jornal A Marca, 09-06-2017 – entrevista realizada por Nuno Luz.

Na entrevista concedida ao Jornal A Marca através do conhecido correspondente Nuno Luz, o treinador do Benfica concedeu-nos mais uma pérola vinda do fundo do escuro poço de sonsice e hipocrisia. A fonte de hipocrisia deste poço jorra abundantemente sem cessar. Serão realmente estes os motivos que levam o treinador do Benfica a ficar assustado com a introdução do video árbitro na próxima temporada? Queiram-me perdoar todos os ingénuos, mas, todos percebemos que esta é uma pergunta de retórica.

Todos percebemos que as reticências do treinador do Benfica em relação à medida não são concretamente baseadas em fundamentos relacionados com o treino ou com questões relacionadas com estratégia de jogo. Mal de um treinador que tenha de alterar, por exemplo, a sua metodologia de treino ou o sistema de jogo que trabalha numa determinada equipa em função da entrada em vigor de uma medida que só visa exclusivamente conceder à modalidade uma maior justiça na análise das regras do jogo. A meu ver, o sucesso da sua equipa continuará a depender dos factores habituais: a assimilação das ideias do treinador por parte dos jogadores e a sua execução eficaz em campo. Outra coisa diferente é a evolução do próprio jogo. Será natural que os treinadores tenham de realizar ajustamentos em relação às suas ideias de jogo e ao trabalho que desenvolvem com os jogadores quando existem modificações às regras do jogo. O videoárbitro não visa inserir uma nova condicionante ao jogo. Visa ajustar a análise das condicionantes criadas para o jogo.

O que realmente assusta o treinador do Benfica são os foras-de-jogo que são assinalados injustamente a favor do adversário, os que não são assinalados a favor da sua equipa em situações que culminam na obtenção de golos, os cartões de cor avermelhada que ficam por mostrar em situações de agressão, os penaltis até aqui marcados em situações de simulação, os golos obtidos com irregularidades assinaladas ao adversário ou não assinadas contra a sua equipa no decurso da jogada. Isso é o que realmente assusta o treinador do Benfica: a existência de uma nova tecnologia em que a margem de erro na análise é, por via factual, muito mais reduzida do que aquela que até hoje perdurou sem a existência dessa mesma tecnologia. O que assusta o treinador do Benfica é a possibilidade da queda, a breve trecho, de uma estrutura que, segundo as suas palavras na referida entrevista, passo a tradução em espanhol, tem como alma do negócio: “una organización interna de lo mejor que hay en el mundo y da al entrenador una gran estabilidad para trabajar.” – a estabilidade assente no tal esquema de corrupção que foi esta semana desvendado parcialmente pelo FC Porto. Com uma estabilidade assente em factores deste calibre de competência, qualquer treinador pode ser campeão em Portugal.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s