A medonha criação de regras por medida – o novo regulamento disciplinar da FPF


“ARTIGO 136º-A (novo)

Uso de expressões ou gestos ameaçadores ou indignos

• Considera-se revelador de indignidade agravada o ato de fumar na zona técnica, incluindo cigarros eletrónicos, e expelir fumo ou quaisquer outras substâncias, tais como saliva, na direção de dirigentes, jogadores ou quaisquer outros agentes desportivos.”

Para ser uma norma jurídica, os juristas definem que uma lei deve ser:

Para um jurista, meia palavra basta. Quando a clubite aguda se extravasa desta forma, atacando sem piedade o comportamento de um dirigente, podemos estar certos que nem 2 kg de areia servem para tapar uma vergonha que é a mais verdadeira antítese daquilo que se ensina (com toda a cátedra, com toda a pompa, com todo o fleurma) aos jovens estudantes deste país. O futebol é naturalmente um palco privilegiado para estes Germanos puderem descer aos comuns, mostrando toda a irracionalidade da doença clubista que escondem por detrás da sua pretensa racionalidade de doutores da lei. Este é por outro lado mais um sinal visível do domínio do Benfica nas instituições. Já se fazem literalmente regras a pedido. Qualquer dia não nos espantemos se uma nova revisão do regulamento disciplinar da Liga venha a punir um dirigente se este se chamar Bruno de Carvalho. Não há de faltar muito por este andar.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s