Mas qual trabalho?


2 passes. Uma verdadeira cavalgada “duartiana” a toda a sela sem que qualquer jogador encarnado ponha o pé ou avance com determinação em direcção ao adversário para cometer uma falta para matar a investida. Uma verdadeira seta a passar pelo meio do ralo gigante ralo aberto por dois jogadores. Tudo nascido na sequência da marcação de um pontapé de canto. 

Dourar a pílula para Rui Vitória? Não. Esse eufemismo não entra no meu dicionário quando se trata de falar do trabalho (ou da evidente falta de trabalho) do verdadeiro testículo voador (inchado e vermelho que nem um tição; sonso de palavras escolhidas a metro, hábil nos jogos de palavras para dar aquela sensação que ele é que é bonzinho e os outros é que são mauzinhos; que os outros estão sempre dispostos a sabotar com o seu trabalho; mas qual trabalho, caralho?: uma equipa que joga há 2 anos com o mesmo modelo e os mesmos processos com que jogava com Jorge Jesus? Volto a perguntar: mas qual trabalho? Uma equipa que pura e simplesmente não sabe realizar uma transição defensiva. Mas qual trabalho? Uma equipa cujo quarteto defensivo é horrível na abordagem às acções 1×1? Mas qual trabalho? Uma equipa cujos jogadores ofensivos não tem sequer perfil defensivo? Uma equipa cuja taxa de sucesso defensivo está dependente da presença de um jogador? Uma equipa que continua a viver dos fogachos individuais de um ou dois jogadores… Mas qual trabalho?) que conquistou o que conquistou à guisa de uma colagem sobre o trabalho realizado pelo seu antecessor e das mais completas patifarias praticadas pelos dirigentes da sua estrutura directiva nestas últimas temporadas.

benfica 8

Mas o que é isto? Que posicionamento é este? Que falta de agressividade é esta na qual 3 jogadores não são capazes de desarmar o jogador em causa? E a saída de Júlio César? E aquele momento do ressalto, momento no qual conseguem chegar à área mais jogadores do Basileia (4) do que do Benfica (3)?

Anúncios

Um pensamento em “Mas qual trabalho?”

  1. “…conquistou o que conquistou à guisa de uma colagem sobre o trabalho realizado pelo seu antecessor… -não vou dizer que está aqui a essência do trabalho do Bitória5.0, porque isso seria ignorar o bem mais profícuo trabalho de padres e sacristães. Eles bem que merecem ser lembrados, por isso este meu testemunho.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s