Tour de Hainan – 1ª etapa


Hainan

Da Presidencial Volta à Turquia, prova na qual infelizmente, por motivos que me são alheios (os incêndios; o facto de ter ficado 3 dias sem internet) não consegui realizar a cobertura desejada (apenas postei por aqui 3 das 6 etapas) e cuja geral individual foi conquistada nas montanhas pelo italiano Diego Ulissi da UAE, depois de 3 vitórias de etapa conquistadas ao sprint por Sam Bennett da Bora e 1 conquistada também ao sprint (em pelotão compacto) pelo sprinter belga Edward Theuns da Trek, passamos para as cenas dos últimos capítulos no que a provas de 1 semana da temporada de 2017 diz respeito. Da região da Anatólia rumamos para a China, mais concretamente para a belíssima Ilha de Hainan para acompanhar aquela que será a última prova por etapas da temporada e a penúltima de 2017. A última (Critério de Saitama; prova organizada pela ASO na qual irão participar várias equipas do escalão World Tour) irá disputar-se no próximo domingo, dia 5 de Novembro, em Saitama (Japão).

A 12ª edição da prova chinesa, prova organizada pela Administração Geral dos Desportos daquela República Popular, em estreia colaboração com a Federação Chinesa de Ciclismo com vários organismos daquela região, categorizada pela UCI como UCI Asia Tour 2HC (a mais alta categorização da nomenklatura Continental; sub-divisão Asiática) conta com um percurso longo dividido em 9 etapas, sub-divididas entre etapas de plano (as primeiras) e algumas etapas de pequena e média montanha. A subida ao ponto mais alto da Ilha (Wuzhi; 1800 metros de altitude) será o ponto mais alto da prova.

Sem qualquer formação de World Tour presente (À última da hora a UAE de Rui Costa decidiu informar a organização que não iria marcar presença na prova) estão presentes na prova 4 formações da divisão UCI Pro Continental – a Delph Marseille, a Bardiani, a Willier Triestina Selle Italia e a Team Voralberg – para alguns dos corredores destas formações, em especial para aqueles que ainda não conseguiram arranjar colocação no pelotão para a próxima temporada, esta prova poderá constituir-se como uma interessante montra para mostrar serviço! Por outro lado

As maiores figuras da prova serão Asbjorn Kragh Andersen (Delph Marseille; irmão do sprinter Soren, corredor da Sunweb), Jakub Mareszcko (Willier Triestina-Selle Italia), Anthony Giacoppo (Isowhey) Jon Aberasturi (da japonesa Ukyo) o trepador Edoardo Zardini (Bardiani),  Enrico Barbin e Mirco Maestri (Bardiani), o campeão ucraniano Vitaly Buts (Kolss) e Eugene Zhupa da Willier Triestina. 

Como aperitivo para os 8 dias de corrida que teremos pela frente até ao próximo dia 5, a organização decidiu oferecer aos ciclistas presentes uma curta tirada de 88 km, disputada na sua maioria em terreno plano junto ao Oceano Pacífico. Pese embora o cansaço existente em todo o pelotão, a coisa foi levada muito a sério desde o início. Chegaram a existir alguns sectores em que o pelotão seguiu a uma louca velocidade de 55 km horários. Várias das equipas presentes tentaram desde cedo controlar a frente da corrida, ora lançando alguns dos seus ciclistas em fuga ora dispondo as suas unidades na frente do pelotão. Especialmente interventiva teve a Bardiani. A sensivelmente 50 km da meta, a formação italiana, formação orientada por Roberto Reverberi, vencedora na presente temporada de uma etapa no Tour de Langwaki por intermédio de Enrico Barbin, da camisola dos sprints na Volta ao Dubai por intermédio de Nicola Boem, de uma etapa no Tour de Utah por Giulio Ciccone e da camisola das montanhas na Volta À Turquia por Mirco Maestri, entre outros resultados, a equipa decidiu lançar na frente, em fuga uma das suas duas cartadas para a Geral Individual: Enrico Barbin. O lançamento de Barbin em posição adiantada visou sobretudo colocar a equipa do principal sprinter em prova, a Willier Triestina de Marezcko, ao serviço no pelotão.

Barbin rolou alguns quilómetros na frente na companhia de dois ciclistas interessantes: o campeão ucraniano de estrada Valeriy Buts (Kolss) e o campeão neozelandes Joseph Cooper. No entanto, a Willier Triestina, não decidiu, como se diz na gíria, dar pão para malucos.

A 13,5 km da meta, a Bardiani voltou a investir com Alessandro Tonelli. Na companhia do jovem australiano Robert Stannard Mitchelton Scott numa primeira fase da investida, em solitário a partir do Km 77 numa segunda, num período muito particular da corrida no qual vários ciclistas de várias equipas tentavam sair da companhia do pelotão para se juntar ao italiano, e na companhia, numa terceira, de um desses ciclistas (Taylor Shelden), Tonelli e posteriormente Shelden (depois de ter saído da companhia de Tonelli a 8,5 km da meta) deram muita água pela barba À Willier Triestina. Shelden só viria a ser alcançado a 4,5 km da meta, numa fase em que a que a Isowhey de Giacoppo já tinha rendido a formação de Mareczko na frente. 

Quando a Isowhey parecia ter a sua corrida a postos (de criar uma boa plataforma de lançamento para o seu sprinter Michael Freiberg) eis que a ucraniana Kolss e a Bardiani apareceram na frente com várias unidades para lançar os seus sprinters. À formação italiana coube a honra de passar a “flame rouge” na frente com 4 ciclistas na frente, entre os quais Barbin e Maronese. No entanto, nos metros finais, vindo de trás, o sprinter basco Jon Aberasturi, ciclista da japonesa Ukyo, atleta que correu nas temporadas de 2013 e 2014 na saudosa Euskatel Euskadi e que no passado conquistou no nosso país uma etapa no Grande Prémio JN (prova que já foi conquistada noutros anos por ciclistas como Tom Dumoulin ou Sergio Henao) e de outra na Volta ao Alentejo, foi mais forte que Jakub Mareczko e Michael Freiberg da Isowhey.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s