Como é que alguém pode tomar Paulo Pereira Cristóvão como uma pessoa séria?


paulo cristóvão

Se compararmos esta frase com a que hoje foi proferida pelo próprio neste comunicado – “É unicamente nessa circunstância que publicamente dou resposta aquele empregado do meu clube do coração de há mais de quatro décadas e meia e sempre com quotas pagas, ao contrário do citado azevedo de carvalho.” facilmente depreendemos que a coerência não faz parte da arte da retórica deste assumido e perigoso facho. 

Em que é que ficamos? O Sporting é um clube de “virgens ofendidas” ou é o clube do coração? É que cá na minha ideia, quem ama intensamente um clube, tem dois dedinhos de testa e um palmo de coração para fazer a devida separação entre a Instituição e os dirigentes que por lá passam… Paulo Pereira Cristóvão continua fiel ao seu estilo: uma cavalgadura!

Quem é que é capaz de atestar a veracidade, a idoneidade, a honra e até a dignidade deste senhor:

  • Sabendo que o dito, revestido de legitimidade conferida pelos sócios do clube (pessoas honestas e honradas, que na sua boa fé, durante o acto eleitoral, acreditaram na honestidade do seu carácter e na franqueza e seriedade do projecto defendido pela sua escumalha, projecto que viria a arruinar com o clube desportiva e financeiramente 2 anos mais tarde) manchou irreversivelmente a honra e a dignidade de uma Instituição secular de utilidade pública, histórica e mundialmente famosa (tida como um exemplo a seguir ao nível do respeito pelos mais basilares princípios e valores que norteiam a actividade desportiva) quando auto denunciou a prática de um crime (o suborno de um “árbitro”) que viola de forma grosseira (e dolosa) todos esses princípios e valores.
  • Sabendo que em virtude dos crimes cometidos (foram provados em tribunal dois crimes de peculato, um de acesso ilegítimo e um de denúncia caluniosa) Paulo Pereira Cristóvão foi efectivamente condenado a uma pena suspensa de 4 anos e meio de prisão, acrescida do pagamento de uma indemnização a favor do estado (no fundo, da sociedade) no valor de 40 mil euros, indemnização entretanto reduzida pelo bondoso juiz encarregue do processo para 25 mil.
  • Sabendo que Paulo Pereira Cristóvão instituiu, em benefício próprio, através de uma das suas múltiplas empresas de inteligência e espionagem, uma prática de espionagem junto de vários elementos da estrutura do futebol profissional, prática ilegal que violou reiteradamente e com dolo, alguns dos direitos, liberdades e garantias constitucionalmente garantidos a todos os cidadãos nacionais ou estrangeiros que residam em solo português.
  • Sabendo que Paulo Pereira Cristóvão foi acusado de instituir esse mesmo sistema junto de dirigentes de outros clubes e árbitros para lhes poder sacar informações do seu foro privado, sistema pelo qual terá que pagar uma indeminizaçao de 17500 euros a 35 cidadãos a título de reparação de danos não-patrimoniais por devassa da vida privada.
  • Sabendo que noutro processo actualmente em curso na justiça, Paulo Pereira Cristóvão foi constituído arguido pelo Ministério Público por alegadamente se ter constituído como o cabecilha de um esquema criminoso que visava o assalto à mão armada de residências nos concelhos de Cascais e Sintra.
  • Sabendo que segundo as conclusões a auditoria forense que foi realizada a pedido da actual direcção do Sporting, Paulo Pereira Cristóvão está directamente indiciado da prática de gestão danosa em vários dossiers.
  • Sabendo que, Paulo Pereira Cristóvão anuiu por escrito a aquisição de três jogadores (Alberto Rodriguez, Jeffren Suárez, Luís Aguiar) sem que estes tenham feito os habituais exames médicos prévios.
  • Sabendo que, Paulo Pereira Cristóvão autorizou, enquanto vice-presidente do clube responsável pela pasta do Património e das Infraestruturas do Clube, a colocação (em pleno corredor de acesso aos balneários do Estádio José de Alvalade) de imagens nas quais se puderam ver cruzes suásticas tatuadas nos braços de membros de um grupo organizado ligado a movimentos de ideologia neo-nazi, movimentos cuja constituição é, desde 1974, expressamente proibida pela Constituição da República Portuguesa. A esse respeito ficam aqui as palavras proferidas por Vicente de Moura no dia em que viu a dita “obra de arte” de cariz político-ideológico:  “Tenho dificuldade em acreditar que as fotografias que me enviou tenham sido colocadas nos corredores de acesso aos balneários onde se equipam os clubes visitantes no estádio do Sporting. O clube sempre pautou a sua conduta pela hospitalidade e confraternização com equipas adversárias, não confundindo a saudável rivalidade desportiva com guerras entre facções de adeptos”
  • Sabendo que, Paulo Pereira Cristóvão, é um antigo inspector da Polícia Judiciária afastado do cargo devido ao facto de ter espancado sem dó nem piedade uma detida preventiva, facto que violou todas as convenções relativas aos Direitos do Homem.
  • Sabendo que, no exercício das suas funções enquanto inspector de uma força de segurança pertencente à coisa pública, paga com o dinheiro de todos nós, Paulo Pereira Cristóvão foi acusado de violação. 
  • Sabendo que, no exercício das mesmas funções no Departamento de Crime Económico Paulo Pereira Cristóvão foi acusado de desvio de dinheiro apreendido numa rusga policial.

Posto isto, volto a perguntar: quem é que acredita numa palavra que saia da boca deste senhor? Quem é que acredita na idoneidade deste cavalheiro? Vou mais longe: como é que, face à quantidade abismal de crimes pelos quais já foi condenado ao longo da vida, este senhor continua a pavonear-se livremente pelas ruas de Lisboa qual justiceiro da moral e dos bons costumes? Como é que este gajo, depois do mal que fez ao clube, ainda tem lata (é preciso realmente ter muita falta de vergonha na cara) de cirandar na Rua Fernando da Fonseca? Como é que um canalha destes, um psicopata puro, ainda não foi preso ou encerrado compulsivamente numa dependência psiquiátrica?

Um pensamento em “Como é que alguém pode tomar Paulo Pereira Cristóvão como uma pessoa séria?”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s