Franck Kessiê – o novo meio-campo do Milan

De todas as contratações que o AC Milan tem vindo a realizar para o seu
“novo” meio-campo (Kessiê, Biglia, Andrea Conti, Haçan Calhanoglu) a do poderoso médio costa-marfinense parece-me ser a única que faz sentido. Não tenho nada a apontar ao rigor posicional e ao trabalho de sapa que o experiente médio argentino executa em campo nem ao prodígio técnico do turco, jogador que tem qualidade de passe fabuloso e um inegável talento na cobrança de bolas paradas. Simplesmente não creio que ambos venham trazer mais à equipa do que aquilo que ofereciam o “tractor” Juraj Kucka ou o completo Andrea Bertolacci. Continuar a ler “Franck Kessiê – o novo meio-campo do Milan”

Anúncios

Breve análise: Juventus 2-1 Milan

A Juventus cimentou hoje a liderança da Série A ao bater o Milan por 2-1 no Juventus Stadium em Turim. Com um penalty (batido de forma soberba por Paulo Dybala; faltou um bocadinho para o jovem Gigi Donnarumma fazer uma defesa histórica que seria a cereja no topo do bolo na grande exibição que fez em Turim) muito duvidoso ao cair do pano, assinalado pelo árbitro de baliza, motivo que levou Carlos Bacca a tentar agredir o dito já no acesso aos balneários, os bianconeri reforçaram a liderança da prova (possuem agora 11 pontos de vantagem para a Roma; os romanos tem menos um jogo) e deram um passo de gigante rumo à conquista do histórico hexacampeonato.

Do jogo desta noite saliento 3 aspectos, todos muito breves, sem ir à raiz dos problemas: Continuar a ler “Breve análise: Juventus 2-1 Milan”