Rohan Dennis confirma a sua evolução como ciclista na etapa 2 do Tour of the Alps

Numa etapa marcada pelas más condições climatéricas, facto que dificultou imenso a captação e envio de imagens por parte da empresa responsável pela transmissão televisiva, só pude ver o sprint final ganho pelo australiano da BMC. O ciclista nascido em 1991 em Adelaide voltou a provar que se está a transformar paulatinamente num corredor capaz de dar cartas na média montanha. Veremos no Giro (prova onde vai participar pela primeira na edição deste ano) será terá capacidade para acompanhar o seu chefe-de-fila TJ Van Garderen na alta montanha.

Em 2º lugar terminou Thibault Pinot. Os 6 segundos de bonus permitiram a ascensão do francês à camisola “Fuchsia” de líder da prova visto que recuperou os 4 segundos de atraso para Scarponi

A etapa ficou marcada por um ataque de Mikel Landa (Sky). O vencedor da edição de 2016 deu um arzinho da sua graça na descida que conduziu os ciclistas à subida final traçada. Na companhia do chefe-de-fila da Bardiani Stefano Pirazzi, o espanhol chegou a conseguir 20″ de vantagem para o grupo principal mas foi apanhado a meio da subida final.

Anúncios