É este o espectáculo deprimente que teremos semana após semana?

A situação de pancadaria (da velha) registada em Portimão durante o Portimonense vs Boavista obrigou-me a ter que ir buscar as fresquinhas declarações do presidente da Liga na entrevista concedida pelo presidente da Liga a António Tadeia para o seu novíssimo projecto Bancada.  Continuar a ler “É este o espectáculo deprimente que teremos semana após semana?”

Bloco de Notas da História #18 – 16 anos sobre um triunfo marcante na história do futebol nacional

Foi há 16 anos anos atrás: o Boavistão de Jaime Pacheco e da família Loureiro vivia o momento auge da sua história, conquistando um título inédito no futebol português. Passados 55 anos do último triunfo de um clube pequeno (Belenenses), os axadrezados tornavam-se o 5º clube nacional a poder festejar a vitória num campeonato. Continuar a ler “Bloco de Notas da História #18 – 16 anos sobre um triunfo marcante na história do futebol nacional”

Jogada do dia

Das várias que vi hoje, a que mais me encantou foi a do golo do Boavista (Iuri Medeiros aos 66″) na vitória por 1-0 dos axadrezados frente ao Tondela no Bessa.

Dou de barato o péssimo posicionamento de vários jogadores do Tondela (com o lateral direito David Bruno à cabeça) na jogada assim como o facto de Pedro Nuno não ter conseguido acompanhar a entrada do lateral Tiago Mesquita (passou que nem uma flecha pelo antigo jogador da Académica) para fechar por dentro face ao movimento de Kaká. O momento de desequilíbrio foi obviamente criado pela desmarcação do maltês Andre Schembri, arrastando consigo o experiente central brasileiro, de forma a “criar o espaço” com que depois serviu, com inteligência, a entrada de Tiago Mesquita na área com um esplêndido passe de calcanhar.

Análise: Sporting 4-0 Boavista

3 pontos, uma agradável exibição, um hat-trick do suspeito do costume (se bem que a exibição do holandês não se ficou por aí) num jogo que em primeiro denunciou que Jorge Jesus já leva o trabalhinho de casa para a próxima temporada bem adiantado. Por sua vez, o Boavista de Miguel Leal apresentou-se em Alvalade com uma estratégia de jogo bem arrojada no primeiro tempo, caindo em virtude dos dois erros crassos dos seus laterais nos dois primeiros golos da turma leonina.

Continuar a ler “Análise: Sporting 4-0 Boavista”

Golo da Semana (Liga Portuguesa)

//www.vsports.pt/embd/35765/m/263019/vsports/bdd4af041737de1193c7a904a906a10c?autostart=false

Para Jorge Jesus ver… não… para Jorge Jesus trabalhar! Eu gosto muito do futebol do Iuri Medeiros. Tecnicamente é um portento e tem um nível de criatividade fantástico. Mas tem um comportamento defensivo muito mau, deixando quase sempre o seu lateral Edu Machado exposto em inferioridade numérica na ala direita. É naturalmente devido a essa pouca rigidez defensiva, num futebol moderno que requer que todos os jogadores defendam, que todos os jogadores acompanhem a subida dos laterais contrários, nesse futebol em que tenderá a vencer quem mais corre, quem mais dinâmicas apresenta e quem mais espaços defensivos é capaz de cobrir para impedir a invasão adversária, que Iuri Medeiros ainda não se assumiu no Sporting.