Obrigado!

Vi o título conquistado há 16 anos. Vi o título conquistado hoje. Estou em lágrimas. Se olhar para trás, este intervalo foi duro, muito duro. Qualquer seca de títulos é difícil de ultrapassar neste clube. Mas uma é coisa é certa: as adversidades fortalecem-nos ainda mais como adeptos deste maravilhoso Sporting Clube de Portugal. No próximo ano, na Champions League, podem contar comigo no novo Pavilhão João Rocha. Obrigado bravos leões!

“Os meninos” e “meninas” que calam Presidentes

Com a derrota do FC Porto na Luz, os meninos do Andebol, os tais que não tem cultura de exigência nem cultura de vitória só dependem de si na última jornada para serem campeões. Estou convicto que a formação comandada por Hugo Canela não irá desta vez desperdiçar as duas oportunidades que tem, literalmente, em mãos.

E as “meninas” do futebol deram hoje um título inédito ao clube, conquistando o campeonato nacional feminino no ano em que o mesmo regressou à modalidade, coroando uma aposta de sucesso por parte da Federação na divulgação do futebol feminino (em ano de estreia num campeonato europeu por parte da nossa selecção) e do próprio clube no recrutamento de atletas jovens com imenso potencial. Não nos poderemos esquecer daquele momento único e mágico protagonizado por jogadoras e adeptos no jogo disputado em Alvalade contra o Sporting de Braga.

Ainda bem que o presidente do Sporting retirou-se das redes sociais para promover uma atitude de silêncio. Esperemos que continue por ora calado, a provar mais vezes do fel que debitou contra o pessoal das modalidades.

Andebol: Sporting 29-28 FC Porto – Vitória agridoce marcada novamente pelo dedo da dupla de arbitragem

Nota introdutória: Há algumas semanas atrás, a propósito do empate cavado pela dupla de arbitragem do jogo realizado no Pavilhão da Luz entre Benfica e Sporting, já tínhamos mencionado (em tom crítico) um certo esforço para retirar o Sporting da contenda pelo título. No Pavilhão do Casal Vistoso, no “mata-mata” que se verificou entre Sporting e Porto, jogo em que os leões precisavam obrigatoriamente de vencer por 2 golos de diferença (desde que o Porto não marcasse 27 golos, superando os 26 marcados pelo Sporting no Dragão Caixa no jogo da 1ª volta desta fase final) ou por 3 golos de diferença para poderem saltar para a liderança na prova no final desta antepenúltima jornada, a dupla de arbitragem (Eurico Nicolau e Ivan Caçador de Leiria) decidiu validar um golo obtido fora do tempo de 60 minutos a Miguel Martins (27º; 28-27) contra a indicação do cronometrista presente. Eurico Nicolau e Ivan Caçador foram portanto mais uma vez, em nome da vil classe do apito, dignos representantes de uma estratégia que visa atribuir o título ao Futebol Clube do Porto.

Ao 4º jogo da presente temporada do Campeonato Nacional de Andebol 1, pode finalmente o Sporting do professor Hugo Canela, bater o seu maior rival na competição, garantindo 3 pontos que à luz do que passou no final do jogo, não colocarão a liderança da prova nas garras do leão em virtude da vantagem mantida pelos portistas no confronto directo entre as equipas nos dois jogos realizados na fase final. Contudo, salienta-se que a vitória alcançada pelos leões foi inteiramente justa pela superioridade demonstrada em relação ao adversário em praticamente todos os momentos da partida e pela capacidade em como a equipa conseguiu emendar os erros cometidos que lhe custaram pontos nos jogos anteriores frente aos portistas. O Sporting conseguiu finalmente contornar com sucesso a armadilha defensiva montada pelo técnico portista Ricardo Costa quando este utiliza sistemas de defesa homem-a-homem. Continuar a ler “Andebol: Sporting 29-28 FC Porto – Vitória agridoce marcada novamente pelo dedo da dupla de arbitragem”

Hoje Escreves Tu #9

Por Miguel Condessa.

Vem aí o Sporting-Benfica em futebol e desde há umas semanas, estando nós afastados da luta pelo titulo, que do outro lado só se ouve que ganhar ao seu clube é o nosso campeonato, que estamos juntos com o Porto para derrubar o Benfica, etc…

Este fim de semana o Sporting jogava uma cartada decisiva no pavilhão da Luz, ultima saída com um grau de dificuldade máximo, na difícil e hipotética luta pelo titulo com o Porto.
Aqui não se ouviu ninguém dizer que a vitória dos vermelhos sobre nós era como um campeonato para eles. Aqui ninguém ouviu dizer que vermelhos e azuis estavam juntos para impedir o Sporting de ser campeão.

Mas mesmo afastados do titulo não deixaram de ter os benefícios de sempre dos gajos do apito. Aqui fica o lance do nosso ultimo golo, limpinho, clarinho, sem qualquer ponta de duvida ou alguma coisa que impedisse o verme do apito de ver a jogada…. anulado! Porque sim!

Com este golo tínhamos ganho e estávamos na luta, difícil, pelo hipotético titulo de campeão de Andebol! Assim o resto do campeonato será um passeio para o Porto… com o cumprimentos do outro clube corrupto!

Como eu digo há muitos anos, a única coisa que os diferencia são os equipamentos.

E eu sei que isto é só desporto, é só um jogo e tal… Mas é assim no desporto e em todo o lado na sociedade portuguesa. Quem tem o poder faz o que quer e quem sente dessa cor aplaude. Quem não está na fase do poder come e cala porque sabe que a sua fase chegará. Quem sente essa cor refila um bocado mas aguenta porque sabe que a sua fase chegará! O resto está cá para fazer número e ir pagando para o bolo dos que comem tudo..

Sporting vence ABC em Braga e estreia-se a ganhar na fase final do Campeonato de Andebol

ab

27-25 foi o resultado final de uma vitória arrancada a ferros no Flávio Sá Leite, reduto dos campeões nacionais em título. Jogo muito emotivo do princípio ao fim, pese embora essa mesma emotividade não se tenha traduzido num espectáculo de qualidade técnica do princípio ao fim do jogo. As duas equipas jogaram a um ritmo muito baixo na primeira parte e na 2ª foram apesar do aumento do pace da partida, foram muitas as falhas técnicas cometidas quer pela equipa comandada por Carlos Resende quer pela equipa comandada pelo Prof. Hugo Canela.

Continuar a ler “Sporting vence ABC em Braga e estreia-se a ganhar na fase final do Campeonato de Andebol”