Bloco de Notas da História #24 – 20 anos é muito tempo…

Passaram 20 anos sobre a atitude mais anti-desportiva da história do desporto mundial! Quem não se lembra de ver este combate?

A 28 de Junho de 1997, em Las Vegas, Evander Holyfield assegurava a Mike Tyson a oportunidade de lutar novamente pelo cinturão da WBA relativo à categoria de pesos pesados, poucos meses depois de o ter derrotado com estrondo num combate realizado na Grande Arena do MGM de Nova Iorque. Nesse confronto realizado a 8 de Novembro de 1996, The Real Deal, alcunha pela qual ficou conhecido o grande boxeur do estado do Alabama, derrotou Tyson (atleta que entretanto vinha a recuperar a sua posição no topo do boxe mundial, depois de ter sido preso em 1992 por abuso sexual e libertado em 1994) com um estrondoso K.O Técnica na 11ª ronda, num combate em que Tyson, na ronda anterior, quase beijou o tapete em duas ocasiões.

O re-match combinado uns meses antes pelos seus agentes sob proposta de Mike Tyson, foi apregoado durante vários meses pelos órgãos de comunicação social norte-americanos como o combate do século. Consta-se nos meandros da modalidade que o combate de Novembro de 1996 mexeu completamente com a auto-estima de Mike Tyson. Tyson queria a todo o custo devolver, à saciedade, todos os mimos que lhe tinham sido brindados por Holyfield em Nova Iorque. A teia de acusações (entre os boxeurs, entre os treinadores e entre os agentes que representavam os atletas) no hiato existente entre os dois combates, teve o dom de apimentar ainda mais a chama da disputa. Nos dias que antecederam ao combate, a HBO angariou nada mais do que 1,99 milhões de assinaturas só para a transmissão do combate, número que permitiu à cadeia de televisão norte-americana arrecadar cerca de 100 milhões de dólares. Poderia Tyson concretizar a sua vingança sobre Holyfield? Continuar a ler “Bloco de Notas da História #24 – 20 anos é muito tempo…”

Anúncios