A imagem do dia

Por um milímetro se ganha, por um milímetro se perde. Eis a nano distância que transformou o norueguês Alexander Kristoff  no novo campeão europeu de estrada (sucedendo a Peter Sagan) e que penalizou o enorme trabalho que foi desenvolvido pela selecção italiana para levar o seu sprinter Elia Viviani (Team Sky) à vitória na alucinante viagem que meia europa realizou no traçado desenhado pela UEC (Union Européene de Cyclisme) na fascinante região de Herning, Dinamarca.

Continuar a ler “A imagem do dia”

Anúncios

A imagem do dia

O belga Victor Campanaerts é novo campeão europeu de contra-relógio. Numa prova muita longa (46 km) que foi dificultada em vários pontos pelo vento que se fez sentir, o belga, ciclista que representa a Lotto-Jumbo NL conseguiu bater o principal favorito Maciej Bodnar (Polónia\Bora; ciclista que ainda recentemente venceu o segundo contra-relógio do Tour em Marselha) por 2 escassos segundos. Com uma postura corporal exímia, o belga fez os 46 km literalmente a fundo com uma média horária de 51,880 km\h. Tanto Campanaerts como Bodnar ultrapassaram a barreira dos 50,5 km\h da previsão mais optimista que foi feita pela organização.

Tiago Machado fez um resultado muito interessante (11º a 1.57m) que poderia ter sido bastante melhor se o vento tivesse dado tréguas na parte final. Com condições atmosféricas menos adversas, o “Homem do Bigode” poderia ter realizado facilmente um lugar nos 6 primeiros. Se Nelson Oliveira tivesse vindo ao contra-relógio, tenho a certeza que teria condições para lutar por um dos lugares no pódio. Rafael Reis fez um honroso 24º lugar numa prova onde as forças lhe faltaram a meio do percurso. Pouco habituado a cronos longos, o ciclista da Caja Rural veio a Herning ganhar um precioso ponto de experiência para o futuro. Para o ano estou certo que o atleta voltará mais forte e mais ciente dos erros que não deve cometer para poder finalizar a prova dentro dos 20 primeiros.