Tour de France – Etapa 5 – Aru aviou por completo as meninas bonitas!

O bombástico ataque realizado pelo italiano a 2,2 km do alto da Planche des Belles Filles merece mais do que um ousado título pornográfico para este post. A pornografia exibida na monumental cadência com que o italiano atacou a meta, merecia ser exibida na primeira página do Brazzers.com, ainda para mais se atendermos ao contexto de extrema dificuldade (para lançar um ataque) que a máquina de guerra da Sky colocou nos 5,8 km finais da árdua subida para o local de chegada da 5ª etapa. O italiano foi simplesmente sensacional! Fábio Aru subiu na bolsa de apostas. Se no final do Criterium Dauphiné afirmei de viva voz aqui neste blog que tanto o italiano como o seu colega Jakob Fuglsang (vencedor da geral individual do Criterium) seriam as principais ameaças com que Porte e Froome teriam que lidar no Tour devido ao excepcional momento de forma apresentado, no final da etapa de hoje acredito piamente que o italiano poderá conseguir vencer este Tour com as diferenças que será passível de realizar na alta montanha da prova.

Continuar a ler “Tour de France – Etapa 5 – Aru aviou por completo as meninas bonitas!”

Anúncios

Criterium Dauphine – Etapa 8 – Jakob Fuglsang vence a geral e abre um conjunto de equações para o Tour

Teremos finalmente no Tour a louca batalha multi disputada que temos vindo a desejar desde há vários anos a esta parte? Poderemos ter visto um sério teste de capacidades e uma séria apresentação de intenções nesta edição do Dauphiné? A interessante batalha que pudemos observar durante esta semana diz-me que poderemos estar diante do mais competitivo Tour desta década se o momento de forma de alguns ciclistas “menos candidatos” se mantiver nos próximos 15 dias e se a forma de alguns dos candidatos subir entretanto. Será muito positivo para a prova se ciclistas Jakob Fuglsang ou Daniel Martin puderem entrar no lote de favoritos e se ciclistas como Louis Mentjes, Emmanuel Buchmann, Tiesj Benoot, Rafael Valls se assumirem como candidatos a um lugar no top10 da prova francesa. A vitória de Jakob Fuglsang na geral individual abriu um conjunto de equações completamente inesperadas e aguçou o apetite dos responsáveis da famigerada Astana: a formação casaque terá ao que tudo indica duas lanças afiadas apontadas à geral do Tour.  Continuar a ler “Criterium Dauphine – Etapa 8 – Jakob Fuglsang vence a geral e abre um conjunto de equações para o Tour”

Valverde: uma máquina a fabricar títulos!

5 triunfos na Flecha da Valónia, 4 triunfos na  13ª vitória nas ardenas belgas, 15ª vitória nos “5 monumentos do ciclismo” e 23ª em clássicas desde que se tornou profissional em 2001. Utilizando os slogans bastante conhecidos de uma marca de agentes imobiliários do nosso país, se há máquina de conquistar títulos na última década no ciclismo mundial, essa máquina é Alejandro Valverde! Nas ardenas escusam de atacar, de acelerar a corrida, de o convidar a desaparecer, de lhe negar a sua presença e companhia nos grupos, ou de tentar fazer a vida negra à Movistar. O veterano ciclista espanhol é como o rigor da matemática: na horinha de acertar as contas, não falha!

Continuar a ler “Valverde: uma máquina a fabricar títulos!”