A joga incrível de João Domingues

Vale a pena perder 20 minutos.

2ª ronda do Estoril Open. Jornada nocturna. Oportunidade magnífica para o actual 242 do ranking ATP mostrar-se à luz dos holofotes mediáticos presentes no Clube de Ténis do Estoril perante o actual 66º do ranking mundial. E eis que o nosso pequeno “david” se insurgiu contra o ténis do “golias” sul-africano, correspondendo a cada pancada deste com um ténis de classe. Pura classe. A cada subida à rede, João Domingues transpirou uma mestria digna de uma posição dentro dos 100 melhores do circuito. Sem nunca ter perdido o equilíbrio, a cada direita inside in\inside out ou a cada esquerda paralela, o português manteve uma serenidade no seu jogo que me deixou completamente perplexo face à ocasião e ao adversário, um antigo número 10 mundial. Em cada ponto que conquistou no fundo do court, o português obrigou o sul-africano a ter que fazer horas extraordinárias, uma situação que o sul-africano não deve decerto ter previsto na sua agenda. Não estivemos a ver aquele que foi considerado por muitos jornalistas da imprensa presente”o jogo da vida” do atleta de 23 anos, natural de Oliveira de Azeméis. Estivemos a ver o início da ascensão de um tenista que tem tudo para subir dezenas de posições no ranking mundial nos próximos anos. Explore-se o talento.

Imagem do dia

gastão elias

Federação Portuguesa de Ténis

Num dia tão movimentado no plano desportivo, com tanta coisa a acontecer ao mesmo tempo, desde o Paris-Roubaix (a minha prioridade do dia) até ao futebol internacional, passando indispensavelmente pelas contas do nosso campeonato, por vezes esquecemos os grandes feitos que se vão realizando noutras modalidades. Não me esqueci porém da nossa selecção de Ténis. A selecção portuguesa de Ténis jogará o playoff de acesso à zona mundial da Taça Davis.  23 anos depois, a equipa (leia-se jogadores e treinadores) que é curiosamente capitaneada e treinada por dois dos tenistas (Nuno Marques e Emanuel Couto) que conseguiram há 23 anos atrás o feito inédito de disputar pela primeira vez o acesso ao topo da mais antiga competição por selecções do mundo, está de parabéns! João Sousa, Gastão Elias, João Domingues, Pedro Sousa e o suplente Frederico Silva estão a um passo de gigante de poderem conquistar aquilo que ao longo de vários anos parecia impensável.

Continuar a ler “Imagem do dia”