Valverde: uma máquina a fabricar títulos!

5 triunfos na Flecha da Valónia, 4 triunfos na  13ª vitória nas ardenas belgas, 15ª vitória nos “5 monumentos do ciclismo” e 23ª em clássicas desde que se tornou profissional em 2001. Utilizando os slogans bastante conhecidos de uma marca de agentes imobiliários do nosso país, se há máquina de conquistar títulos na última década no ciclismo mundial, essa máquina é Alejandro Valverde! Nas ardenas escusam de atacar, de acelerar a corrida, de o convidar a desaparecer, de lhe negar a sua presença e companhia nos grupos, ou de tentar fazer a vida negra à Movistar. O veterano ciclista espanhol é como o rigor da matemática: na horinha de acertar as contas, não falha!

Continuar a ler “Valverde: uma máquina a fabricar títulos!”

Anúncios

Quem mais poderia ter vencido senão Alejandro Valverde?

E vão 5 para Alejandro Valverde no muro de Huy! O espanhol da Movistar venceu com muita classe a 81ª edição da Fleche Wallone, numa prova em que a Movistar de Eusébio Unzué revelou uma maturidade e uma inteligência táctica fenomenal.

Continuar a ler “Quem mais poderia ter vencido senão Alejandro Valverde?”

Classy Phillippe Gilbert

4! 4 vitórias na Amstel Gold Race, 2 nas 3 clássicas já realizadas das 5 que compõem esta fase da temporada. O campeão belga está com “pernas” para qualquer adversário. Venha lá quem vier, Phillippe Gilbert é o melhor a atacar longe da meta, a atacar perto da meta, a gerir vantagens para perseguidores e a finalizar este tipo de provas. O veterano ciclista campeão belga está a ter uma época de sonho, conseguindo triunfar em todas as provas que lhe foram apontadas ou que apontou como objectivos de temporada.


Continuar a ler “Classy Phillippe Gilbert”

Volta à Catalunha – Uma decisão controversa e a vingança de Valverde

Após a vitória de David Cimolai na primeira etapa da prova, a 2ª etapa da Volta à Catalunha apresentou o primeiro grande desafio aos candidatos à vitória na geral da prova e às suas equipas: um contra-relógio colectivo longo em Banyoles. A Movistar de Alejandro Valverde foi a equipa mais rápida na estrada mas a vitória haveria de ser retirada pela UCI na sequência de um protesto por parte da equipa BMC, a 2ª classificada no crono.

Continuar a ler “Volta à Catalunha – Uma decisão controversa e a vingança de Valverde”