A magiar excelência técnica de Maté Lékai

Velocidade na decisão, movimentos de aproximação que visam atrair o máximo número de defesas para criar situações (décalage) de finalização sem oposição noutra zona do terreno, criatividade na procura de espaços para atacar (para armar o seu fortíssimo 1×1, registo maravilhoso que é provido por um hipnótico jogo de pés; ou para finalizar aos 6 metros), um fortíssimo remate em apoio e um tempo de voo na suspensão que não está ao alcance de muitos jogadores e que não é verdadeiramente normal para um central. Estas são as principais qualidades do patrão do andebol húngaro Maté Lékai.

A indissociável dupla do Veszprém

Lékai e o veterano Lazslo Nagy, o comandante supremo da história do andebol húngaro. Dupla indissociável de sucesso da fortíssima formação do Veszprém. Uma espécie de Leiber e Stoller (a famosa dupla que compôs vários sucessos de Elvis Presley) do andebol magiar.

Anúncios