Não fica por aqui. Esperem por domingo

A propósito do requerimento apresentado hoje pelo Ministério Público que visa julgar em tribunal colectivo os 28 arguidos detidos na Operação Jogo Duplo. Não pensem que o assunto fica por aqui.

No próximo domingo, teremos, a contar para a 44ª última jornada da 2ª liga, jogos que mais parecem bombas relógios.

Cova da Piedade (o tal clube onde militam 3 jogadores chineses; clube que é apontado nos “bastidores” como salvo da descida desde há uns meses a esta parte) Académico de Viseu e Famalicão lutam pela permanência directa. O Leixões e o Fafe lutam por um lugar no playoff que lhes garante, no mínimo, uma réstia de esperança.

O emparelhamento para a última jornada dita-nos um explosivo Académico de Viseu vs Cova da Piedade (jogo a que devo assistir no Estádio do Fontelo tal vai ser “a carga” de nervos que lá se pode vir a verificar em virtude de factos que são do meu conhecimento mas que não posso aqui revelar sobre o risco de cometer falso testemunho por falta de provas que sustentem acusações; revelo-o já sem qualquer demora; o complexo desportivo do Fontelo poderá assistir a uma visita de elementos da Polícia Judiciária no final da partida) enquanto o Famalicão vai ao terreno do Gil Vicente, formação que já não luta por qualquer objectivo de maior interesse. O Leixões recebe o União da Madeira enquanto o Fafe joga na Vila das Aves. O Aves ainda pode sagrar-se campeão da 2ª liga se eventualmente vencer a sua partida e o Portimonense escorregar nos Açores frente ao Santa Clara.

Entretanto, a susceptibilidade de ver uma outra rede a operar em Portugal é enorme nesta última jornada. Fiquemos atentos aos acontecimentos das partidas que se disputarão entre equipas que só irão cumprir calendário nesta última jornada. Aquele que me suscita mais revelo é a recepção do Olhanense ao Penafiel. O jogo entre a formação de Olhão e a turma penafidelense parece-me à primeira vista aquele jogo típico de final de temporada em que tudo parece bem montado (o Olhanense já desceu há várias jornadas e o Penafiel é 4º) para que exista uma goleada surreal. Não falo de uma goleada qualquer por 4-0 ou 4-1. Falo daquelas goleadas com um propósito específico de dar 6 ou mais golos visto que a odd +5-5 golos neste jogo na Bet.pt é de 7 euros e meio por cada euro apostado e um resultado exacto de 2-5 a favor do Penafiel poderá garantir ao apostador 45 euros por euro apostado como podemos ver aqui em baixo neste screen:

penafiel 2

Onde há fumo, há fogo. Jogo manipulado?

Este foi o histórico de movimentações de odds registado em várias casas de apostas relativamente ao jogo que se irá disputar hoje entre Feirense e Paços de Ferreira. Esta é, no espaço de 4 meses, a 2ª vez que se suspeita da eventual manipulação de resultados num jogo que envolve o Feirense, alguns meses depois de um depósito no valor de 50 mil euros a favor da “vitória” da turma da Feira no jogo frente ao Rio Ave ter feito soar os alarmes. Continuar a ler “Onde há fumo, há fogo. Jogo manipulado?”

A ponta do iceberg da manipulação de resultados em Portugal

O que se passou ontem em Freamunde no Freamunde vs Penafiel foi de facto algo muito estranho mas não tenho dúvidas para afirmar que se trata de mais um esquema de viciação de resultados na 2ª Liga. Onde há fumo há fogo e esta história, se for bem investigada pela Polícia Judiciária, poderá guiar os inspectores a outras histórias de manipulação de resultados.

O súbito aparecimento de uma desconhecida “coach” de jogadores (pelo menos a fiar pelas declarações que foram proferidas pelo presidente da SAD do Freamunde) as mensagens por esta divulgadas ao referido dirigente (sms que continham o resultado exacto que se iria verificar no intervalo e no final da partida), a estranha actuação do árbitro Hélder Malheiro (validou 1 golo irregular ao Penafiel, anulou 2 ao Freamunde e ficaram, segundo a opinião dos homens da casa por assinalar 2 grandes penalidades a favor da turma da casa; no meio do turbilhão em que foi colocada a arbitragem portuguesa, estes erros de arbitragem até podem ser considerados normais, mas, cruzados com os outros factos, já não são assim tão normais…) e as odds verificadas nas casas de apostas (o Penafiel, 4º classificado da Liga, chegou a ter uma odd de 7 euros por cada euro apostado face aos 2 euros no Freamunde, equipa que neste momento está a um passo de descer de divisão) são per se factos verdadeiramente anormais. E não estão a meu ver associados com a Operação Jogo Duplo.   Continuar a ler “A ponta do iceberg da manipulação de resultados em Portugal”