Criterium Dauphiné – Etapa 7 – Peter Kennaugh vence no Alpe D´Huez; Bardet dá espectáculo na montanha; Porte capitaliza sobre os rivais

A prometedora etapa de 6 contagens de montanha que terminava no mais emblemático dos cumes da história do ciclismo, o Alpe D´Huez, acabou por ser uma etapa algo insípida face ao que todos os amantes do ciclismo previam. A subida final ao Col de Sarenne\Alpe D´Huez era tida por muitos como uma oportunidade de ouro para ver uma daquelas diabólicas corridas de ataque\contra-ataque entre os melhores trepadores em prova, ainda para mais quando as curtas diferenças registadas entre os 9 primeiros (posso incluir Romain Bardet) da geral à partida para a etapa acrescentavam um factor adicional à espectacularidade desejada.

Numa jornada em que se previa que Valverde, Contador, Valverde, Aru ou Froome pudessem jogar cartadas de tudo ou nada, o espectáculo oferecido acabou por ficar aquém do esperado. Numa tirada ganha por um dos fugitivos do dia (Peter Kennaugh da Sky), Richie Porte e Romain Bardet foram os vencedores do dia. Com um ataque demolidor no final da Sarenne, Bardet galgou que nem um leão montanha acima à procura de se redimir das perdas obtidas nos últimos dias. O trepador da AG2R conseguiu recuperar 32 segundos a Porte numa jornada em que chegou a ter 1 minuto e 15 de vantagem para o líder. Os ganhos foram insuficientes para amenizar as perdas obtidas no CRI por exemplo, mas Bardet pode subir lugares na geral. Já o australiano da BMC conseguiu não perder tempo para nenhum dos rivais, adicionando um conjunto de segundos preciosos que lhe darão um incremento de conforto para a dura etapa de amanhã, a última da prova.  Continuar a ler “Criterium Dauphiné – Etapa 7 – Peter Kennaugh vence no Alpe D´Huez; Bardet dá espectáculo na montanha; Porte capitaliza sobre os rivais”

Anúncios