O inegável talento de Bruma

Confesso que há 4 anos atrás fui um dos que afirmou (por mágoa, porque efectivamente todos depositávamos muitas esperanças neste jogador) aquando da conflituosa saída do jogador do Sporting (situação onde se provou praticamente que o jogador não teve uma única palavra a dizer em relação ao assunto, sendo movido pela ganância dos seus agentes) que este jogador poderia ter perdido uma oportunidade de ouro para poder ser trabalhado de maneira a alcançar, mais tarde ou mais cedo, o estrelato do futebol europeu. Os primeiros anos no Galatasaray comprovaram-no, apesar de considerar que o talento de Bruma é inegável. Se conhecerem um jogador no futebol mundial com maior explosividade no drible que o luso-guineense, avisem-me. Continuar a ler “O inegável talento de Bruma”

Não vás, Xabi

xabi

Foi assim, repleto do estilo que sempre o caracterizou dentro e fora das 4 linhas que se decidiu despedir antecipadamente um dos melhores médios da nossa geração. Na próxima temporada não voltaremos a ver em campo o maestro dos passes longos: Xabi Alonso vai mesmo retirar-se do futebol.

Quem nos dera que os deuses fossem eternos! Continuar a ler “Não vás, Xabi”