Os golos do dia

Uma estreia de sonho para Ben Woodburn. Frente à selecção austríaca, na sua primeira internacionalização pelo País de Gales, o criativo extremo esquerdo de 17 anos, jogador que na temporada passada convenceu Jurgen Klopp a promovê-lo da equipa de sub-16 do clube à equipa principal manteve intactas as esperanças do País de Gales no Grupo D de qualificação. 5 minutos depois de ter entrado para o lugar de Tom Lawrence, o jovem de 17 anos conquistou os 3 pontos para os galeses com este golaço ao ângulo num remate de meia distância. Enquanto os austríacos estão praticamente eliminados (8 pontos frente aos 13 da Irlanda; selecção que hoje empatou na Geórgia), os galeses ganharam com este golo um novo balão de oxigénio na sua campanha, nas vésperas de um decisivo Sérvia vs Irlanda.

Continuar a ler “Os golos do dia”

Isco!

P.S: Grande espectáculo de circulação e mobilidade que a linha média (considere-se também como linha média, a linha avançada dos espanhóis) espanhola está a dar no Santiago Bernabeu à selecção italiana. O futebol dos espanhóis não está a ser objectivo (ainda não criaram qualquer oportunidade de golo em lances de bola corrida) mas está a roçar a perfeição ao nível de processos de circulação e mobilidade de jogadores entre as linhas adversárias. É muito difícil pressionar (e recuperar a posse do esférico) a uma equipa que joga “muito junta” (unidades sempre muito próximas) e muito dinâmica (muita mobilidade para abrir linhas de passe) onde a bola passa de pé para pé numa questão de milésimos de segundo.

Suiça 1-0 Letónia – Drmic resolveu o complexo

Tudo na mesma no Grupo B de qualificação! A selecção Suiça está a conseguir tornear, com mais ou menos dificuldade, os vários níveis de dificuldades presentes no grupo. A selecção letã, selecção que é orientada por Marian Pahars (um dos 23 que curiosamente veio a Portugal disputar o Euro 2004 na única participação daquela selecção do Báltico numa grande competição internacional) tentou fazer de tudo para contrariar o forte ascendente suiço ao longo da partida e acabou por vender cara a derrota, obrigando os suiços a terem que alterar o seu estilo de jogo várias vezes ao longo da partida em virtude da agressiva pressão realizada principalmente pelos seus dois médios construtores e da aceitável organização defensiva nos últimos 30 metros. O avançado Josip Drmic valeu aos suiços no S.O.S final da partida, saltando do banco para fazer o único golo da partida.

Continuar a ler “Suiça 1-0 Letónia – Drmic resolveu o complexo”