O golo do dia

Mbaye Niang! Eu sou deveras suspeito para escrever o quer que seja sobre o poderoso extremo do Milan porque sou um enorme admirador das suas características. Não poderei dizer o mesmo da sua forma de jogar, das más decisões que toma em infindáveis lances por jogo, do seu carácter perdulário, do seu horrível profissionalismo (consta em Itália que o francês é muito dado aos “assuntos da noite”), da sua atitude e do grau de empenho que coloca em campo (por vezes nenhum), mas tenho plena consciência que Vincenzo Montella é o treinador certo para “lhe deitar a mão” em tempo útil de maneira a extrair-lhe (correctamente) todo o potencial que tem para oferecer ao futebol do Milan.

O portento atlético e o altíssimo grau de habilidade técnica que o francês possui torna-o um jogador fantástico para qualquer equipa que queira baixar o seu bloco defensivo e sair em velocidade para o contragolpe com poucas unidades. Se conseguirem colocar 10 bolas no extremo na intersecção entre a linha de meio-campo e a linha lateral, com ou sem espaço (sem espaço, o jogador faz questão de adiantar a bola para “papar” o defesa na corrida sem lhe dar hipótese sequer de fazer a cirúrgica falta sem bola) estou certo que o francês cria desequilíbrios capitais em 9 desses 10 lances. Contudo, sempre que se aproxima da área sem qualquer oposição, o francês parece que se deslumbra por completo. Urge melhorar portanto a qualidade das decisões que toma no terreno.

Montella parece estar disposto a sacar o melhor do panzer. No jogo de ontem frente ao Bayern já se denotaram melhorias no seu comportamento defensivo (no passado, em determinados momentos do jogo, o francês desligava-se por completo dos momentos defensivos da equipa) bem como melhorias na sua tomada de decisão. Veja-se este frame

Assim que sai da sequência de dribles, causando o enorme desequilíbrio que “atarantou” por completo a defesa bávara, o francês abre o jogo correctamente para a desmarcação de Cutrone.

 Em vez de entrar no raio de acção de Hummels e esperar a devolução do avançado, Niang espera que a defesa do Bayern se restabeleça (e fique presa na movimentação do colega que vem de trás) para voltar a receber.

Com os 4 jogadores concentrados num curto espaço de terreno…

(…) o francês só teve que esperar pela subida de Giacomo Bonaventura para lhe garantir a oportunidade para entrar na área e assistir o corte de Patrick Cutrone para as costas da defesa. 

Talento ou fogo de vista?

Não tenho palavras. É uma dádiva. Há muito que não via nada assim…” – Guardiola sobre Phil Foden, o miúdo de 17 anos que deslumbrou no amigável realizado contra o Manchester United.

Já vimos e até o próprio Guardiola já viu este filme vezes sem conta. Não quero de todo ir novamente contra as suas declarações, porque obviamente não sou nada nem ninguém no mundo do futebol para criticar os ímpetos de paixão de um treinador consagrado sobre um jogador cuja informação disponível é neste momento diminuta. O técnico espanhol trabalha diariamente com o jogador. Reconheçamos portanto ao treinador esse conhecimento de causa que não possuímos. Continuar a ler “Talento ou fogo de vista?”

Deveria estar a trabalhar o jogador para ser o melhor médio de todos os tempos

Não: Carlo Ancelotti Ancelotti está a tentar (por todas as vias) explicar ao rapaz e ao seu empresário que não conta com o jogador para a próxima temporada.

 

 

O golo do dia

A “joga” de Alex Iwobi frente ao Bayern de Munique no jogo amigável disputado pelas duas equipas em Xangai. Continuar a ler “O golo do dia”

Anotações positivas de James Rodriguez

  • Actuando mais pelo interior, realizou boas combinações com o lateral Rafinha.
  • Procurou bem o corredor central para tentar ultrapassar linhas de pressão adversárias através de tabelas com os colegas ou simplesmente variar o centro de jogo para o flanco esquerdo. Esta capacidade, possibilitada pela sua qualidade no passe à distância irá casar-se muito bem com os processos de circulação ordinariamente utilizados pela equipa bávara.
  • O colombiano irá aumentar a qualidade da equipa nos remates de meia distância.
  • Como é um jogador que gosta de entrar em zona de finalização nas jogadas que são construídas pelo flanco oposto, nesse aspecto, o colombiano também entra claramente nas ideias de jogo da equipa. Será mais uma solução de área numa equipa onde são vários os jogadores (Arturo Vidal à cabeça) que gostam de entrar em zonas de finalização para concluir a jogada.

O golo do dia

Uma vistosa bicicleta de Joshua Kimmich salvou um interessante teste marcado pela borrada de Antonio Rudiger na primeira parte e por uma sessão de puro experimentalismo de Joachim Low com o misto de 1ªas, 2ªas e 3ªas linhas que o seleccionador alemão irá colocar a rodar na Taça das Confederações. A abordagem do seleccionador alemão à prova que se irá disputar dentro de dias da Rússia não foi, na minha opinião, surpreendente. No elenco escolhido existem efectivamente talentos que poderão, mais tarde ou mais cedo, constituir-se como opções regulares nas convocatórias da Mannschaft. Um deles é o “novo Kaiser” Niklas Sule, centralão que irá mudar-se de armas e bagagens no defeso para Munique: Continuar a ler “O golo do dia”

Imagem do dia

O cumprimento de uma tradição! O Bayern é penta campeão alemão! E a tradição poderá prolongar-se por muitos anos se os restantes “grandes” (coloquei grandes entre aspas porque no fundo o Bayern não deixa nenhuma outra equipa da Bundesliga ser grande, pelo menos no que respeita ao nível de títulos conquistados) não fizerem algo de significativo nas próximas temporada, numa fase em que todos (Bayer de Leverkusen, Schalke, Borussia de Dortmund, Wolfsburg, Hamburgo, Borussia de Monchengladbach) parecem estar a enfrentar uma fase menos positiva onde se salienta uma certa falta de estratégia a médio\longo prazo em alguns, e renovação no caso do Wolfsburgo. Quando o mais directo perseguidor à Estrela do Sul, clube que tanto admiro pela sua organização, pela sua atitude arrogante, e pela alegria dos seus adeptos, foi o RB Leipzig (sensacional época de estreia na prova na “banda de Emil Forsberg”, jogador que sai altamente valorizado da presente temporada e que terá decerto muita gente a chateá-lo durante o verão!) até… à viragem para a Zwei Runde, creio que está tudo explicado sobre a incapacidade dos demais em construir equipas que possam ombrear com os bávaros.