Os golos da jornada

Início a rodada de uploads com o golo somado pelo Alavés contra o Real Madrid para vos mostrar a simplicidade de processos da turma da casa na construção desta jogada e a atípica hesitação (patetice) de Raphael Varane no ataque a um lance aéreo.

O médio Burgui não só conseguiu na sua acção sair muito bem da pressão realizada por dois adversários, com a bola bem coladinha, em drible curtinho, ao pé direito (noutras ocasiões, pude reparar que o médio do Alavés é um jogador que não só consegue sair bem das situações de pressão como é um médio com uma técnica individual que lhe permite criar desequilíbrios em espaços muito reduzidos porque é um jogador que cola muito bem a bola ao pé e consegue mudar com rapidez a direcção do drible, dificultando a tarefa de quem o defende) como conseguiu rodar muito bem para se virar de frente para o jogo e para a oportunidade de progressão que lhe é aberta por Mounir El Haddadi na desmarcação para as costas de Sérgio Ramos. Com tempo e espaço para cruzar, o avançado colocou uma bola perfeita para a entrada em zona de finalização de Manu Garcia perante uma atitude atípica de Varane no ataque ao esférico.  Continuar a ler “Os golos da jornada”

Anúncios

O clássico “à Slimani”

Eu creio que ninguém em Leicester se apercebeu da qualidade do ponta-de-lança que compraram por 30 milhões de euros. Eu não desgosto da rapidez e da matreirice do Ahmed Musa, da potência e pragmatismo de Andrej Kramaric nem tão pouco da profundidade que Jamie Vardy dá ao jogo mas com um homem de área deste género difícil, com jogadores tão bons a cruzar como Riyad Mahrez, Marc Albrighton, Christian Fuchs difícil é não apostar num modelo de jogo pragmático de colocação de bolas para o forte jogo aéreo do argelino. Não resisto a finalizar este post com um trocadilho: não é preciso ser um Shakespeare para perceber que quando o argelino é bem servido, não falha!